A comunidade escolar se posiciona contra a voltas aulas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Na EMEF Educandário Dom Duarte, onde temos dois projetos em andamento – “Eu tenho Corpo, Voz e Fala” e “Empoderamento Estudantil”, a comunidade foi unânime na reunião do conselho – representantes de funcionários, professores, familiares, da gestão e estudantes votaram contra a retomada de atividades presenciais em outubro, mesmo que parcialmente. A reunião foi nessa sexta, 02 de outubro e teve um quorum recorde de cerca de 60 participantes.

A discrepância entre as promessas dos políticos e a realidade escolar é imensa. Apesar de anunciarem que estão preparando as escolas com rígidos protocolos de segurança, o que se vê na instituição de ensino é uma situação bem diferente. Não tem álcool gel, não tem professor sentindo-se seguro para voltar, equipes terceirizadas de limpeza e merenda estão com contratos suspensos e nem mesmo o sabão está garantido.

Frente a esse descompasso os alunos do grêmio da escola, que participam do projeto ComViver de empoderamento estudantil, mantém firme seu posicionamento contrário a volta às aulas presenciais até que a população tenha sido imunizada pela vacina. “A saudade de todos vocês é grande, mas temos de ser firmes agora, pois não queremos transformar nossa escola em um grande velório. Queremos voltar para a escola, mas com segurança”, disse a aluna Giovanna, do nono ano, membra assídua do grêmio.

Giovanna Santos, aluna do nono ano do ensino fundamental e membra do grêmio estudantil da EMEF Educandário Dom Duarte.

 

Posts Relacionados:

Biblioteca Comunitária Mirizartes

A Biblioteca Comunitária MIRIZARTES

Screenshot - 2021-04-16T131334.233

Tecer, da distância, o encontro

A comunidade escolar se posiciona contra a voltas aulas

1eec82_2940f5249ae04872a164e6cfa447ea00mv2

Ação emergencial- fase 1